Desfralde consciente: o que é isso?

Desfralde consciente: o que é isso?

Para começar, antes de mais nada, queremos deixar um ponto muito claro: o desfralde não depende de idade, não tem idade mínima, nem máxima. Não depende de época de ano, nem muito menos dos amiguinhos da classe na escola.

Por que??

Porque o desfralde depende do desenvolvimento cognitivo e também motor, uma vez que a criança precisa ter desenvolvido o controle dos esfíncters (segurar o xixi e o cocô) para que consiga perceber que está com vontade (1), segurar (2) e conseguir chegar até o banheiro (3).

Durante o dia, o controle é diferente de durante a noite, uma vez que acordado é mais fácil segurar um xixi. Então, não esqueçam, que o desfralde noturno geralmente demora mais que o diurno, e está tudo bem. Faz parte.

Mais do que reparar se a fralda está amanhecendo seca, é legal ver se a criança não se sentiria mais à vontade de fralda, mesmo com ela seca. Às vezes só de tirar a fralda a criança volta a fazer xixi a noite, exatamente por que fica ansiosa por que está sem fralda.

Mas, e aí, como saber se meu filho está pronto?!

É um conjunto de fatores. O desenvolvimento cognitivo necessário geralmente dá as caras quando a criança começa a conseguir te avisar que precisa ir ao banheiro (comunicação e fala). Já o desenvolvimento motor (controle dos esfíncters), normalmente pode ser observado pela habilidade de pular do chão com os dois pés juntos! Dica legal, né? Seu filho já salta tirando os dois pés do chão, então comece a observar, pois o desfralde pode estar próximo. Mas, conforme falei, observe! Sem forçar, viu?! Pode ser que já pule e não esteja pronto por outros motivos.

E a melhor dica que dou: crianças são seres fusionais e precisam de conexão acima de tudo!! Então precisamos respeitar, conversar bastante, observar, conhecer e compreender nossos filhos! Pra tudo! Eles precisam da nossa calma, paciência e sua atenção. Sem pressa.

?

❣E, cuidado!Quando o desfralde vira um tema difícil para a criança, meio de comunicação ou toma dimensão de medo, pode trazer problemas futuros. Por isso, sempre respeite o tempo, converse com a criança e leve o tema com bastante tranquilidade! Isso é desfralde consciente, e você pode saber como conversar com sua criança sobre a despedida das fraldas (com respeito) lendo juntos o livro Tchau, fralda. Foi bom te conhecer!

Texto de Nanda Perim para o blog PsiMama, adaptado para o site da Coleção Conto com Você.

Adicionar comentário